Cuidados com o imóvel: como se prevenir de riscos durante as férias?

Tempo de leitura: 7 minutos

Seja por motivo de descanso ou de trabalho, muitas pessoas sentem certa insegurança quando precisam viajar e, consequentemente, deixar sua casa sozinha. No entanto, para que a volta das férias não seja marcada por uma infeliz surpresa, é preciso ter alguns cuidados com o seu imóvel.

Pra isso, não basta apenas se preocupar com a segurança da residência, também é necessário se prevenir para possíveis problemas. Como aqueles causados por variações na voltagem da rede elétrica ou pelo esquecimento de algum alimento perecível dentro da geladeira.

Continue lendo o conteúdo para conferir algumas dicas do que é necessário fazer para que, após uma viagem, sua casa esteja como você o deixou. Vamos começar?

Peça ou contrate alguém para visitar a casa

Aproveitar bem as férias de julho, desde o primeiro até o último dia, é preciso fazer uma longa viagem que lhe obrigará a ficar ausente de sua casa por, pelo menos, 10 dias. Nessas situações, principalmente se você possuir um bichinho de estimação ou algumas plantas, será preciso contar com alguém de confiança para cuidar das suas criações para você.

Dessa forma, essa pessoa também poderá recolher a correspondência — não a deixando se acumular na caixa de correios — e varrer a varanda. Com isso, não se cria uma imagem de residência abandonada, pois, com a organização, ela aparenta estar habitada. Sendo assim, possíveis criminosos serão desencorajados de suas más intenções, por não terem a certeza de que os moradores estão viajando.

Entretanto nem sempre é possível encontrar alguém com disponibilidade para poder dar aquela conferida na sua casa ou, até mesmo, ficar lá durante a sua ausência. Nesses casos, existem empresas especializadas ou profissionais autônomos que oferecem esse tipo de serviço.

Apesar dessa opção não ser a mais barata, ela é mais vantajosa do que contratar um hotel para pets ou do que encontrar a sua casa em um verdadeiro caos.

Desligue todos os equipamentos

Atualmente, é impossível pensar em uma residência que não tenha vários equipamentos eletroeletrônicos. Por isso, ao viajar, é recomendado desligar todos eles da tomada.

Essa iniciativa, além de proporcionar economia de energia — uma vez que muitos desses aparelhos a estão consumindo mesmo quando desligados —, também diminui as chances de danificar algum aparelho, devido a uma variação de voltagem, ou até mesmo, de provocar um incêndio.

Outra boa dica é fechar todos os registros do imóvel. Com isso evita-se que ocorram vazamentos de água ou de gás. Ah, mas não se esqueça! Caso desligue a geladeira, verifique que não há nenhum alimento dentro dela e se, ao descongelar, não corre o risco de molhar sua casa com a água do gelo derretido.

Evite a entrada de insetos e de outros animais

Quando uma casa fica sozinha por muito tempo, existem grandes possibilidades de que ela seja invadida por alguns animais indesejados, como insetos e ratos. Para evitar esse problema, é essencial bloquear todas as entradas. Para isso, basta tampar bem os ralos e os vasos sanitários. Também é preciso obstruir frestas das portas e janelas.

Outra boa dica é manter a residência limpa, bastando apenas esvaziar todas as lixeiras, não deixar louças sujas ou alimentos abertos. É bom lembrar que matéria orgânica em decomposição é um grande chamariz de insetos, gera mau cheiro e permite a proliferação de microrganismos, como fungos e bactérias.

Consuma alimentos perecíveis

Uma cena bastante desagradável é: após chegar de uma férias incrível, abrir a geladeira e descobrir que ela se tornou uma selva. Para que isso não ocorra, principalmente quando for se ausentar por vários dias, consuma ou jogue fora todos os alimentos que são perecíveis e que estragarão quando você estiver fora.

Agora, se a sua viagem for muito longa, uma possibilidade é desligar o seu refrigerador e mantê-lo aberto. Assim, evita-se a proliferação de mofo e de maus cheiros. Outra vantagem dessa iniciativa é a economia de energia elétrica.

Ah, mas não se esqueça! Caso desligue a geladeira, verifique que não há nenhum alimento dentro dela e se, ao descongelar, não corre o risco de molhar sua casa com a água do gelo derretido.

Cuidados com a segurança

Evite que desconhecidos saibam sobre a sua viagem

Com a participação nas redes sociais, é muito comum que as pessoas coloquem todas as informações da sua vida na internet. Entretanto, ao anunciar a sua viagem no Facebook ou no Instagram, você não terá o controle de quem acessa essa informação, podendo ela ser acessada por alguém com más intenções.

Por isso, é recomendado evitar postagens que mostrem como será a sua viagem. Também é recomendado não falar sobre o passeio em um ambiente público, pois algum desconhecido poderá escutar a sua conversa. Com esses cuidados, um possível criminoso terá dificuldade em saber que a sua residência ficará vazia.

Mantenha um bom relacionamento com os vizinhos

Em muitos casos, ter um vizinho de confiança é uma ótima estratégia para manter o seu imóvel seguro.

Sendo assim, ele poderá retirar possíveis correspondências que acumulem na fachada da casa e tomar conta da residência, podendo informar às autoridades policiais sobre qualquer atividade suspeita que possa ocorrer.

Tranque e reforce a casa

Pode parecer óbvio, mas não é raro encontrar histórias de pessoas que tiveram seu imóvel invadido por terem se esquecido de uma janela aberta ou de uma porta destrancada. Por isso, antes de viajar, certifique-se de que a casa esteja totalmente fechada.

Para evitar que possíveis criminosos saibam que a sua moradia está vazia, é preciso fechar todas as cortinas e persianas. Outra dica é nunca deixar o cadeado trancado para fora. O importante é evitar brechas que facilitem uma invasão. Caso você perceba certa fragilidade, é recomendado o investimento em trancas e travas extras nas portas e janelas.

Invista em equipamentos e serviços de segurança

Para inibir a ação de criminosos, uma boa solução é investir em aparatos de segurança. A boa notícia é que há no mercado uma infinidade de produtos, para que qualquer pessoa possa deixar a sua residência mais segura — independentemente do tipo do imóvel ou do orçamento disponível.

Assim, é possível achar lâmpadas que são controladas por timers, porteiro eletrônico, câmeras de segurança e alarmes. Caso o orçamento permita, o morador pode contratar uma empresa especializada em segurança patrimonial. Nesse caso, antes de viajar, é preciso avisar à empresa o período que se encontrará ausente.

Não deixe bens valiosos na residência

Mesmo com todas as precauções, ainda é possível que a sua moradia seja invadida. Então é necessário se prevenir, para diminuir o prejuízo. Para isso, em vez de guardar bens valiosos, como joias, dinheiro e documentos importantes, na residência, prefira guardá-los em um cofre no banco.

De qualquer forma, é fundamental ter vários cuidados com o imóvel. Com essas precauções, a volta da viagem não será marcada por uma surpresa desagradável.

Tem alguma outra dica que você já pratica? Compartilhe com a gente! Gostou dessas? Então assine nossa newsletter e receba, em primeira mão na sua caixa de e-mail, outros conteúdos como esse. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *