5 dicas para você ampliar a carteira de investimentos

Tempo de leitura: 3 minutos

Fazer bons investimentos exige uma análise apurada de alguns aspectos relevantes, como os custos, o nível de risco, as tendências do mercado, as expectativas e o tempo de retorno da aplicação, afinal, é preciso encontrar um equilíbrio entre tais fatores a fim de obter resultados positivos. E nesse cenário, é quase unânime a orientação de especialistas no sentido que a diversificação da carteira de investimentos pode ser uma boa estratégia para minimizar os riscos e aumentar o retorno da aplicação. E para te orientar melhor nisso, listamos no post de hoje 5 dicas que te ajudarão a ampliar a sua carteira de investimentos da melhor forma. Acompanhe e descubra!

Diversificar os ativos mobiliários

Investir em ativos mobiliários, como ações de grandes companhias ou debêntures, pode ser uma decisão com excelentes expectativas de retorno. Entretanto, aqui também se aplica a regra da diversificação para reduzir os riscos e aumentar a lucratividade.

Portanto, ao investir em ações, por exemplo, é imprescindível que o capital seja aplicado em diversos papéis diferentes, de acordo com o potencial de valorização de cada um deles. Devido à volatilidade a que esses ativos estão sujeitos, não é recomendado investir em ações de uma única companhia. Então, o indicado é o caminho é diversificar.

Investir em imóveis

O mercado imobiliário oferece oportunidades de investimentos com riscos bem reduzidos quando comparados aos ativos mobiliários. Contudo, apresentam um potencial de retorno considerável, fazendo essa relação impulsionar os investimentos no setor, mantendo o mercado aquecido.

Por tais aspectos, investir em imóveis é uma ótima opção para quem deseja ampliar a carteira de investimentos e optar por aplicações mais seguras e, ao mesmo tempo, rentáveis. As modalidades de investimento imobiliário também variam, podendo ocorrer através da aquisição de um imóvel na planta para negociações futuras ou mesmo de um imóvel usado com fortes tendências à valorização comercial.

Aplicar em títulos públicos federais

Os títulos públicos são ativos de renda fixa garantidos pelo Governo Federal, portanto, apresentam um risco muito baixo, sendo importantíssimos para integrar uma carteira de investimentos. O retorno é a médio ou longo prazo, conforme o tempo de vencimento do título. Porém, quanto maior o prazo, maior também serão os juros aplicados e a remuneração auferida.

Gerenciar a relação risco x retorno

Para ampliar a carteira de investimentos de modo a maximizar o resultado das aplicações, é preciso gerenciar a relação risco e retorno que cada ativo apresenta. Todos sabemos que, em geral, quanto maior o risco de um investimento, maior o retorno que o mesmo pode auferir.

Portanto, de acordo com o seu perfil de investidor, será possível determinar os ativos que irão constituir sua carteira, levando em conta essa relação e com vistas a obter uma carteira diversificada com controle dos riscos inerentes.

Buscar o equilíbrio entre renda fixa e renda variável

Os ativos de renda fixa, vale ressaltar, são aqueles em que se conhece previamente a remuneração que será obtida e como será calculada no momento a aplicação. Tais fatores que não excluem por completo os riscos, mas eles passam a ser bem reduzidos. Exemplo clássico desse tipo de investimento é a caderneta de poupança.

Enquanto isso, os ativos de renda variável são aqueles em que o investidor não sabe antecipadamente a rentabilidade que poderá obter e, portanto, são ativos que oferecem um maior grau de risco. E um exemplo desse tipo de investimento são as ações no mercado mobiliário.

A partir das informações apresentadas, já é possível sugerir a importância de incluir em sua carteira ativos de renda fixa e variável, de maneira que você possa obter um equilíbrio entre as vantagens e desvantagens de cada modalidade. E então, está pronto para diversificar sua carteira de investimentos? Ainda tem dúvidas? Então deixe seu comentário e participe da conversa.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *